terça-feira, 5 de abril de 2011

Respire!

          Respirar é sem dúvida a atividade mais importante realizada pelo nosso organismo, já que sem a respiração não há vida. No entanto, às vezes não damos a atenção necessária à importância de respirar conscientemente. A respiração está diretamente relacionada ao nosso estado emocional. Quando estamos com raiva, ansiosos, com medo, a respiração fica curta e rápida, gerando desconforto e efeitos indesejados em nossa saúde.  Pessoas em crise de pânico, por exemplo, são tratadas respirando em um saquinho, para reduzir a inspiração de oxigênio e consequentemente diminuir a euforia.


           Levar a atenção ao ato de respirar nos torna mais conscientes em vários outros aspectos. Conseguimos organizar melhor os pensamentos, como já dito podemos controlar nosso estado emocional, além de sentirmos uma enxurrada de energia fluindo pelo corpo. Utilizando as técnicas corretas, uma respiração consciente pode mudar completamente nosso comportamento.
          
          Uma técnica bastante usada em momentos de ansiedade (eu a fiz antes de apresentar a minha monografia da faculdade!), é procurar fazer respirações profundas e lentas, sempre de maneira nasal, mantendo o ar apenas na região do abdominal. Portanto, ao inspirar, a barriga se expande e ao expirar ela se contrai. Dessa forma você evita a respiração alta e curta, que muitas vezes gera mais ansiedade e nervosismo. É interessante aprender as técnicas corretamente para poder usufruir dos seus efeitos da melhor maneira. Eu aprendi , entre muitas outras coisas,  no Método DeRose e utilizo sempre!

Nenhum comentário:

Postar um comentário