segunda-feira, 14 de maio de 2012

O inconsciente poder da cor


          Mais do que apenas ser admiradora de moda e decoração, adoro conhecer os efeitos psicológicos das imagens e cores, e a possibilidade de usar essas informações a nosso favor me encanta!  

          Uma cor antes considerada apenas feminina e mais recentemente adotada também por homens modernos, o rosa é capaz de gerar interessantes reações emocionais.

          Os tons da cor acalmam e são considerados ótimos para se usar em momentos de dar más notícias (ex. demitir alguém, informar sobre uma morte, anúncios políticos que gerarão raiva na população), pois tranquiliza o ouvinte, transmitindo-lhe certo "conforto materno". Falando em conforto materno, muitas mães de crianças que têm dificuldades de pegar no sono são aconselhadas a vestir roupas em tons claros de rosa no momento de colocar os filhos para dormir, melhorando os resultados.

          A cor rosa já foi até mesmo utilizada em celas prisionais com o objetivo de acalmar a raiva de prisioneiros. O Dr. Alexander Schauss, Ph.D., diretor do Instituto Americano de Pesquisa Biossocial em Tacoma, Washington, foi o primeiro a relatar a supressão da raiva e ansiedade presente nos prisioneiros.
 "Mesmo que uma pessoa tente ficar zangada ou agressiva na presença da cor rosa, ela não consegue. Os músculos do coração não conseguem bater rápido suficiente. Trata-se de uma cor tranquilizante que suprime a energia."(1)



          Já foram encontrados em campos de futebol nos Estados Unidos, vestiários do time visitante pintados de rosa, acreditando-se que a cor seria capaz de enfraquecer o adversário, deixando-os passivos a favor do time da casa! (2) 



1. Morton Walker, The Power of Color(Avery Publishing Group, 1991), p. 50-52
2.  http://www.colormatters.com/color-and-the-body/drunk-tank-pink

Um comentário:

  1. Muito interessante...adoro esse assuntos pois amo cores....mas acho q preciso usar ainda mais o Rosa para ficar mais calminha...rsrs

    ResponderExcluir