quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Interessante, Interessado ou Interesseiro?

Foto Billy Kidd**

    Comportamento também faz parte da imagem pessoal. A maneira como tratamos as pessoas, os nossos gestos, forma de falar (palavras que usamos, entonação da voz, etc.) transmitem muitas informações sobre nós às pessoas com quem nos relacionamos. Esses detalhes são tão perceptíveis que às vezes têm o poder de contradizer todo um discurso verbal. Por isso, também falamos por aqui sobre comportamento!

  Você conhece aquela pessoa, um conhecido ou amigo do amigo, que raramente toma a iniciativa de te cumprimentar ou mesmo de fazer contato visual durante uma conversa em grupo, mas que quando precisa de alguma coisa que você pode lhe oferecer de vantagem te trata como amigo de infância? Pode ser que ele queira te vender alguma coisa, pedir algo emprestado, um favor ou mesmo se beneficiar de algum tipo de influência que você tem - financeira, social, profissional. Pessoas com esse tipo de interesse são facilmente identificáveis exatamente porque conseguem mudar completamente o comportamento a partir do momento que percebem uma oportunidade de vantagem pessoal. Claro que não sou hipócrita a ponto de dizer que nunca me interessei em manter uma conversa que poderia resultar em algo positivo pra mim, mas o limite entre um bate-papo interessante para ambos e uma interação com o objetivo de obter uma vantagem à custa do outro é muito sutil.

  Por isso, independente da pessoa que for inicialmente apresentada a você, seja educado, dê certa atenção, faça algumas perguntas e receba com um sorriso - seja INTERESSADO. Veja se têm algo em comum - afinal o networking ainda gera ótimas oportunidades - e se tiverem, procure estar presente e não se afastar por muito tempo, o que hoje é facilmente administrado através das redes sociais. Tenha sempre algo a oferecer de bom - seja INTERESSANTE. Assim, se algum dia precisar entrar em contato novamente para alguma ajuda, esse comportamento não será considerado estranho e você não será rotulado como interesseiro! Porque não deve existir nada pior do que perceber que as pessoas se afastam de você por ter uma imagem de colega "sanguessuga" - não seja INTERESSEIRO!


** A foto foi retirada de um editorial do fotógrafo Billy Kidd para a revista Numero. A modelo não está a cara de uma sanguessuga?

Nenhum comentário:

Postar um comentário